quinta-feira, 31 de julho de 2014

QUER BATER? APRENDA A APANHAR PRIMEIRO!

Meus amigos e minhas amigas, os últimos acontecimentos em nossa cidade continuam despertando em mim uma curiosidade que não cessa. 
Em que mundo vive pessoas que propagam que outras praticam crimes, mas não apresentam provas, esquecendo que quando se acusa alguém cabe ao acusador o ônus da prova e quando essa prova não existe o acusador é que passa a ser o criminoso.
Em que mundo vive algumas pessoas que acham que podem passar meses ofendendo, caluniando, agredindo verbalmente as pessoas e achar que tudo continuará do mesmo jeito?
Será que essas pessoas acham que podem chamar um prefeito eleito pelo povo, dentro da lei e em um processo democrático legítimo, de ladrão, de gaga entre outros adjetivos ainda mais ofensivos e achar que não haverá nenhum tipo de reação, mesmo por que, provas nunca são apresentadas?
Eu não consigo acreditar que essas pessoas ainda se revoltem e tentam posar de mártires injustiçados e sejam apoiados por outros imbecis alienados, além de outros tantos ingênuos manipulados por sua indignação útil. Chega a beirar o absurdo!
Mas, o grande x dessa questão é minha ingênua esperança de que algumas pessoas ainda são apenas usadas por safados que, tenho que admitir, têm um grande poder de persuasão. Pois é complicado de aceitar que cidadãos com formação acadêmica respeitável sejam tão displicentemente ingênuos de achar que a internet não passa de uma “conversa de botequim” e que seja um “local” onde possam caluniar, xingar e ofender como se tivesse numa conversa com amigos enquanto tomam uma cervejinha e que nada irá acontecer.
Infelizmente para eles é que uma das leis da natureza menos corruptível é a lei do retorno, você realmente colhe o que você planta. Plante bobagem e colha bobagem. Plante ofensa e colha ofensa. Plante um crime e colha a punição. É simples assim.
Quer bater, fique á vontade, mas antes, aprenda a apanhar.