quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

A SÍNTESE DA IGNORÂNCIA

Meus amigos e minhas amigas, o que podemos pensar de uma pessoa que escreve algo assim: 
“Estamos contra o rodeio e contra o prefeito canalha...nada de rodeios e pau no sr..., vai pescar seu velho babaca...”???
Pois é, é esse tipo de gente que diz lutar pela nossa cidade. É esse tipo de gente que diz lutar por você. É esse tipo de gente que forma grupinhos no facebook, que ofendem de forma covarde qualquer um que pense diferente, que agridem verbalmente quem vai contra seus objetivos e seus métodos e achincalha qualquer um que expresse uma opinião que de alguma forma prestigie as coisas boas que são feitas pela atual administração.
É esse tipo de gente que se reúne virtualmente para falar asneiras e aplaudirem-se uns aos outros como palhaços que riem de suas próprias piadas sem graça. Seria hilário se não fosse constrangedor.
É essa gente despreparada e desprovida de educação, que tem na ofensa e na difamação suas únicas armas contra um governo que conta com o apoio maciço do povo que não lhes dá ouvido e que os faz gritar palavras de baixo calão e erguer bandeiras de lutas mastreadas na ofensa pura e gratuita.
São seres assim que dizem lutar por transparência e justiça e que tentam (sem êxito, graças á Deus) mobilizar e manipular a população contra a atual administração e em prol de seus projetos pessoais de poder e dinheiro. Pessoas que se dizem donas da verdade absoluta e deixam claro que quem escolheu democraticamente o atual governo é “burro”, mas, que eles são a sapiência basal que trará luz ao fim do túnel do mesmo povo por eles ofendido.
Agora, o X da questão, xingar, difamar, ofender e caluniar é sinal de sabedoria e razoabilidade?
Não! Isso é a ignorância em sua forma mais sintética.
É a ignorância ética inerente aos fracos e desesperados que não conseguem enxergar meios plausíveis, sensatos e coerentes de se alimentar discussões pelo bem comum. É a ignorância sobre as leis que classificam como difamação expressões como estas postadas em mídias de grande alcance como as redes sociais. É a ignorância política, em não saber como ser oposição de verdade e a ignorância moral de não ter postura respeitável diante de alguém que lhe contradiz com ações construtivas para o bem da cidade e de todos, inclusive para os próprios ignorantes.
São pessoas que caçam, caçam e caçam, mas não encontram argumentos aceitáveis que justifiquem sua “árdua luta” contra aqueles que o povo escolheu e então, apelam para o que embasa suas vidas, o despeito, o desrespeito, a falta de educação e a sujeira que lubrifica suas almas.
Mas, como já disse em outras ocasiões, esse tipo baixo de pessoas não representa o povo ordeiro e trabalhador de Campo Limpo Paulista. Os cidadãos de verdade, que não têm tempo livre para ficar xingando e postando bobagens na internet, que sabem o momento certo de cobrar. Que sabem que arrumar a bagunça deixada pelos governos anteriores demanda certo tempo e que não têm interesses pessoais acobertados por essas ações sujas.
É obvio que as providencias legais serão tomadas, mas, você quer que esse tipo de gente te represente? Você acha que esse tipo de gente tem alguma condição de ajudar nossa cidade? Agora, você acredita na nobreza das ações das pessoas desse grupinho???
Como diria o comercial, “nem a pau, Juvenal!”.